FANDOM


Voltar ao Índice


Pela madrugada somos acordados apressadamente por um guarda. Ainda sem saber bem o que está acontecendo vejo, através da lenta recuperação da visão, que estou na Casa dos Magisters a ponto de começar minha iniciação. Mas como vim parar aqui? porque não lembro de nada? Ah, agora sei! Ontem pela tarde quando realizava meus estudos com o nixe pae (alucinógeno indígena) fui levado a um estado alterado de consciência do qual pouco recordo, mas ainda tenho a impressão de escutar o eco das mesmas vozes que me acompanharam durante toda noite.

Com a visão ainda turva sigo junto com Fábio e Rubens pelo corredor até a sala do Magister Mor que nos recebe e desde já nos põe a parte da história da Pedra Filosofal e do pergaminho cuja tradução levaria até ela. Embora saiba da importância da tradução acabo dormindo sobre a mesa ainda embriagado pelo alucinógeno. Após acordar com o entusiasmo do Fábio e do Rubens eu destaco estupefato a área indicada: "Fortaleza dos Guerreiros Mortos". Nunca mais pensei que tornaria a escutar tais palavras!


Continua em V - Na Sala da Lareira, por Leonardo Antonini.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.