FANDOM


Entidade etílico-espiritual de cunho místico-sarrístico que, revelada ao mundo por Waldir Reccanello e Leonardo Carrion, tinha como finalidade última atacar a chatice e a falta de humor tão típicas de alguns micronacionalistas. O ápice de sua atuação se deu durante entre 2001 e 2002, momento em que a Ordem Ignota, como era conhecida entre seus membros, chegou a contar com mais de trinta participantes ativos, dentre micronacionalistas e pessoas não ligadas ao micromundo.

Seus principais preceitos são as chamadas "Verdades Sagradas":

Vagabundismo Esclarecido - Disse o Sábio: “Trabalhar agora, para depois nunca mais trabalhar”. Em verdade, em verdade, vos é dito que o verdadeiro vagal e a verdadeira vagaba jamais ficam a contemplar o crescimento da grama ou a passagem do relógio, eis que viver mal dá muito trabalho e dinheiro é fundamental para se viver em conforto. O verdadeiro zen-vadio passa suas horas meditando em formas de parecer que trabalha, e às vezes até trabalha, para que possa viver bem e um dia não mais trabalhar. Dizem os Mestres Obscuros: mister que se façam horas e horas de meditação, mas a verdadeira arte é equilibrar a meditação e o trabalho, de forma à receber mais fazendo menos (meditando mais), mas sem perder de vista o mote hieroglífico que reza que, na montanha que se está subindo, o ápice é ter dinheiro suficiente para abandonar definitivamente o trabalho. Sábio é aquele que consegue atingir o ápice sem meditação, através de se encostar em outras pessoas (golpes do baú, cunhado(a) rico, sogro(a) rico e morto(a), loteria), mas estes são espíritos mais elevados, como o Imponderável entre os Imponderáveis Arcontes que vive só do dízimo.

Grandes ou pequenos, redondos ou pontudos, deveis é ser firmes - Disse o Sábio que, em verdade, importa mais a forma firme que o conteúdo. A sabedoria está em compreender que cada um tem um caminho na vida, independentemente do par de montanhas que pretenda galgar. Importa que a montanha seja firme, de forma que seu balanço acompanhe o ritmo do neófito, e que não esteja em ciclo atrasado em decorrência da flacidez. É o Porteiro de Agarttha que alerta: “Ficai vós, ó adeptos, atentos às miragens!” Muitas montanhas prometem, mas, quando vistas a olho nu, comprometem a concentração e a escalada. “Ficai vós atentos, ó iniciados, às falsas montanhas!” Pois, em verdade vos é dito que se a esmola é demais o santo desconfia. Podereis galgá-las, pois é dever e obrigação de todos os recebidos, mas tende em mente que as gêmeas montanhas que guardam os mais reconfortantes prazeres são as de tremores naturais, de toque macio e que sabem a mel.

O Caminho da Retidão e da Altivez - É dito pelo Turiferário do Pêndulo que a obrigação do neófito é manter a altivez, permanecendo no caminho da retidão. Pois se é dado ao homem dominar a natureza, é-lhe também permitido enfrentar a gravidade, ainda que por meio da sagrada pílula azul celeste. “Manter-se reto e altivo, de prontidão para enfrentar as batalhas da vida e morte, lacerando com suas lanças eretas as atiladas couraças que ocultam as graças dos ventres cor de âmbar!”

Congregava em seus quadros membros de outras três instituições a ela ligadas: Associação Pagã de Moços, Escola Escolástica dos Peripatéticos Parados - (E2P2) e Supremo Tribunal Inquisitorial.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.