FANDOM


Voltar ao Índice


Em 04 de fevereiro de 2007
Os últimos acontecimentos me encheram de tamanho temor que ainda acredito estar sob os efeitos do Nixe Pae. Recebi do Mestre Mor uma poção em um pequeno frasco verde-musgo que após beber de um só gole voltei de imediato a me restabelecer. Mas embora queira não paro de repetir em minha mente: “Fortaleza dos Guerreiros Mortos”.

O recente estudo dos escritos antigos de Cenit que fizemos aponta para algo que se esconde no Forte do Monte, mas sei que outro segredo ainda se mantém. Durante muitos séculos a Família Paiva guarda as palavras do nosso mais célebre ancestral, Augustus Paiva, fundador da Ordem dos Filósofos e descobridor da Pedra Filosofal. Antes de morrer ele transmitiu aos seus os ensinamentos e segredos que cultivamos através da tradição oral, para que nada fosse descoberto. Trata-se das aparições do seu “Espírito Instrutor” que passou-lhe um frasco contendo o “Elixir da Juventude” preparando-o para os acontecimentos que ocorreriam. Tal espírito preveniu a Augustus que, após a conquista da Pedra Filosofal esta ainda seria abdicada por terríveis inimigos. Contudo, a previsível falha humana na busca indiscriminada dos prazeres terrenos distrairam Augustus a tal ponto que o “Espírito Instrutor” o abandonou.

Após isso as coisas tomaram outro rumo e Augustus viu de modo impotente imergir em Cenit um dos Clérigos que se autodenominava O Venerável. Na verdade ele era um mago negro de Magória que lançou forte feitiço sobre a população de Cenit e pois em prática seu plano de destruição. O Venerável utilizou secretamente a Pedra Filosofal para produzir uma forma alterada de “Elixir da Juventude” o qual despejou sobre os corpos embalsamados dos sete maiores generais margorianos mortos na batalha do Forte do Monte. Para trazê-los de volta à vida, ele enterrou os corpos no solo consagrado do cemitério militar Fortaleza dos Guerreiros Mortos, onde só era permitido o enterro dos mais dignos guerreiros Cenitenses e, para não ser descoberto, ele construiu uma Câmara Secreta abaixo das catacunbas e lançou sobre suas sólidas paredes uma substancia mágica que impossibilita qualquer pessoa de encontrar os corpos. Descobertos os planos, os guerreiros Cenitenses conseguiram prendê-lo e sob muita tortura descobrir o pouco dessa história.

Foi ordenado que ninguem mais poderia ser enterrado no cemitério e que uma expedição de busca e destruição fosse atrás dos corpos dos sete guerreiros magorianos, mas ninguem retornou. Quando o Venerável foi queimado e o feitiço se esvaiu por completo de Cenit, Augustus destruiu todos os escritos para que ninguem seguisse seu caminho maligno e lançou novo feitiço na população com a ajuda dos Alquimistas para que nada disso tornasse a ser lembrado.

São 8:25, após muito pensar, eu esperei o Mestre Mor retornar à sala da lareira da qual havia se retirado para levar Dani para meditação e, na presenca dos demais iniciandos, contei a todos a história de Augustus transmitida secretamente pela tradição oral dos Paivas, informando-os que se a Pedra Filosofal for tocada por mãos humanas os “Sete Guerreiros Mortos” retornarão a vida para encontrá-la.


Continua em IX

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.